Pular para o conteúdo principal

A "Perva" e a carência

Todo homem (e algumas mulheres tb), idealizam aquele tipo de relacionamento em que há sexo em excesso, perversidade em excesso, luxúria em excesso e digo, isso é ÓTIMO, um delírio, uma deliciosa loucura, realizando todas as fantasias existentes e possíveis, porém, pelo menos 1 dia em meio a essa loucura, a gente sente falta de um carinho, sabe, aquele abraço mais demorado, um beijinho mais delicado, algo que aconchegue. Muito homens não entendem isso, ou fingem não entender, acham que o "pedido" por carinho, a mudança no modo de falar, já queira indicar uma cobrança, um algo mais, um avanço na situação e não é bem assim.
Até os homens mais brutos sentem falta de carinho, e a mulher por si só já é carinhosa,  porém quando não há uma troca à altura vem essa situação embaraçosa em que é preciso "pedir" carinho, chamar atenção, ter um breve "DR".... de repente parece que tudo se quebra, aquela fantasia, aquele sonho perverso vira um pesadelo... ele recua, muda com vc.... e ai? como agir? como continuar?

Pq amanhã vc poderá estar mais perva que nunca, mas hj, vc só queria deitar um pouco no peito dele.... é mto dificil isso acontecer?

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

E-Commerce: Mulheres pesquisam ANTES de comprar pela internet

Estudo realizado por agência especializada em marketing feminino aponta que a internet influencia a maioria das brasileiras antes de comprar um produto ou contratar um serviço
A internet é a principal mídia consumida pelas mulheres que passam em média 40 horas semanais, no trabalho e em casa. Segundo a pesquisa feita pela agência de marketing feminino, Sophia Mind, que entrevistou seis mil brasileiras de cinco regiões do país, 67% das usuárias de internet buscam informações na rede sobre produtos ou serviços, antes de adquiri-los.
Isso mesmo, elas são mais cuidadosas e precavidas! Apesar de o e-commerce ser dominado pelas mulheres – 70% das compras pela web é feita pelo público feminino no Brasil –, não se engane, elas pensam em tudo e, na maioria das vezes, fazem consultas de preços e da qualidade do que vão consumir.

Quando a vida pede um tempo

A gente sempre se condiciona ao fato de que não devemos parar, nunca.
Devemos sempre estar em movimento, sempre criando, comprando, saindo, fazendo ufaaa, mesmo exaustas, temos que continuar.
Um belo dia a vida te grita: PARA! AGORA!

É difícil aceitar, claro, resmunguei, briguei comigo e com todos os santos possíveis, questionei, afinal, com tanta gente no mundo, "porque eu? Justamente eu"
Agora que estou em um momento tão legal da minha carreira, finalmente trabalhando no que gosto, com quem gosto, estável.

Planejando silicone, lipo, abdominoplastia.. mas PAREI

Agora, vou dar uma pausa na minha vida, já estou começando a desacelerar, indo contrária a qualquer tendência regional/mundial.

Em breve darei maiores detalhes do motivo que me levou a ter que aceitar e parar.


Comentarios

Consegui arrumar os comentarios agora podem escrever a vontade galera... Eu tô chorando, odeio despedida, meu primo foi morar em Londres e acabou de ir embora....agora eu só vejo ele, lá pro ano que vem.....buá!!!!!:-(Mas, que ele seja feliz!!! Boa sorte primão!!!!!:-)